terça-feira, 8 de janeiro de 2019

VIOLÊNCIA DIMINUIU, MAS PODE MELHORAR


O governo de Alagoas se gaba (e com muita razão) dos índices de violência que tem diminuído no Estado. Alagoas saiu no topo do ranking do mapa da violência e foi o estado que mais diminuiu, o que é mérito total da política de segurança do Governador Renan Filho. Um belíssimo trabalho.

Porém infelizmente essa sensação é sentida mais em Maceió. Levando em conta os municípios que são considerados da região metropolitana da capital alagoana (Rio Largo, Marechal Deodoro, Pilar, Satuba), que sofrem com essa fuga da capital para o interior dos criminosos. 

São municípios que não são longe da capital, porém que não comportam o mesmo efetivo e repressão da polícia e patrulha ostensiva, como vemos na capital que tem a ronda nos bairros, e no interior com os Centros Integrados de Segurança Pública (Cisp). 

Essas cidades da região metropolitana e nos bairros mais distantes do grande centro de Maceió, sofrem com a violência que diminuiu pouco comparando com outras cidades do Estado. 

O mérito do resultado extremamente positivo para a segurança pública de Alagoas é sim do Governo de Renan Filho, promessa que ele fez lá em 2014 ainda na campanha e cumprida à risca durante seu primeiro mandato. Principalmente pelo caos deixado pelo seu antecessor Teotônio Vilela.

Agora no seu segundo mandato, já se viu que o investimento em segurança continuará forte, visto o orçamento das polícias para 2019. Esse investimento precisa ser levado para a região metropolitana, essa mesma sensação de segurança que é sentida em Maceió e nas cidades mais distantes. 

O governo precisa manter o que já vem sendo feito, e interiorizar essas ações para essas cidades, que carecem de um pouco mais de atenção das forças de segurança do Estado.


Estou no Twitter: @vanildoneto
                             @BlogPoliticaAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário