domingo, 15 de julho de 2018

PRÉ-CANDIDATO AO SENADO, RODRIGO CUNHA VISITA RIO LARGO


O Deputado Estadual Rodrigo Cunha, que é pré-candidato ao senado, esteve nesse fim de semana na cidade de Rio Largo. Lá ele pretende inaugurar a Casa Reaja. A ideia, proposta por Cunha, é estimular o sentimento nos alagoanos de mobilização política para que eles ajam enquanto cidadãos e eleitores. 

Na visita ele encontrou bem mais do que esperava. Por onde andava era reconhecido e logo recebia apoio para que realmente dispute uma das duas vagas ao senado que hoje pertencem a Biu de Lira e Renan Calheiros.

O atual momento político que o país vive é crítico, e com a eleição para o governo de Alagoas praticamente resolvida com a reeleição de Renan Filho, que não tem adversário que lhe preocupe, todas as atenções se voltaram à disputa ao senado, que se tornou a principal preocupação dos caciques políticos.

A eleição desse ano é considerada mais importante que a de 2014, porque serão disputadas 2/3 do senado, e num cenário político onde a palavra da vez é renovação política, todo cuidado é pouco até a apuração dos votos, no dia 07 de outubro.

Para uma eleição que parecia tranquila para Biu e Renan, a entrada de Rodrigo Cunha no páreo de uma das vagas, antecipou a movimentação dos aliados de ambos os senadores, a fim de tentar desidratar, como fizeram com Marx Beltrão, que recentemente desistiu de disputar o senado e concorrerá para deputado federal.

Rodrigo Cunha é muito benquisto no voto tido de opinião, foi eleito na sua primeira disputa eleitoral com mais de 60 mil votos, e mantém um mandato propositivo de destaque na Assembleia Legislativa.

Em 2014 foi muito bem votado em Maceió e Arapiraca, os dois maiores colégios eleitorais de Alagoas, e Rio Largo sendo o terceiro maior, faz com que a busca por espaço na cidade seja determinante para o resultado das eleições.

Em 4 anos de mandato como deputado, Rodrigo Cunha já conquistou musculatura política suficiente para a disputa. Hoje Alagoas tem 2 dos 3 senadores investigados pela operação Lava jato. São eles: Collor e Renan Calheiros. Mas já foi pior, Biu de Lira também já fez parte da famosa lista de Janot, onde tinham a tríplice do senado alagoano, porém o processo contra Biu foi rejeitado pela segunda turma do STF.

Recentemente, Cunha lançou sua plataforma de financiamento coletivo, a popular vaquinha eletrônica, para o pleito eleitoral deste ano.

Estou no Twitter: @vanildoneto
                             @BlogPoliticaAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário