sábado, 9 de janeiro de 2016

CRISE NOS OLHOS DOS OUTROS É REFRESCO... DA MILITÂNCIA


É impressionante a desonestidade da militância do Governo Federal em não reconhecer a tenebrosa crise que o Brasil está passando. Quanto mais arrocho por parte do governo, mais a militância brada que a crise é uma invenção da mídia para desestabilizar o governo da Presidente Dilma.

Enquanto várias empresas fecham as portas, a militância vai em busca de subterfúgios para camuflar a crise, apontando que o motivo dessas empresas fecharem são alheios as externalidades do momento econômico do País. Algumas podem até ser, é verdade, mas sem dúvidas as que já vinham se equilibrando na corda bamba receberam um xeque-mate com a explosão da caixa preta da crise, no primeiro mês do segundo mandato de Dilma.

A crise não tem atingido apenas o mercado, também tem tirado o sono do funcionalismo público de vários Estados, e ironicamente os Estados que tem seus governadores aliados do Governo Federal são os que estão negociando e fazendo malabarismo para tentar pagar a folha. É o caso do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Sergipe, por exemplo. O Governador de Alagoas, Renan Filho, por várias vezes já sinalizou que a crise tem atrapalhado e muito sua gestão.

Todos esses governadores apoiaram a reeleição de Dilma, e mantém o apoio político até hoje, mas eles não conseguem (e não querem) esconder que a crise não é brincadeira e muito menos invencionice de alguém.

Até a própria Dilma reconheceu que errou ao ter demorado para perceber gravidade da crise econômica, ainda admitiu que “talvez” fosse o caso de ter adotado medidas corretivas ainda no ano passado, inclusive antes das eleições.

Mas pelo que conhecemos, é obvio que o Governo não tomaria medidas de austeridade no meio de uma campanha tentando se reeleger. O comportamento da militância hoje mostra isso, o grupo político de Dilma não tomaria medidas impopulares correndo o risco de perder as eleições, isso é fato. 

Com os adversários apontando a crise, Dilma fez questão de tranquilizar a todos que estava tudo sob controle, ou seja, balela eleitoral para ganhar as eleições.

A crise está aí, só não vê quem não quer ou tem cargo no governo. Não adianta os intelectuais e a militância tentar tapar o sol com a peneira porque a crise além de ser percebida é sentida, e não tem argumento que supere isso.

Estou no Twitter: @vanildoneto
                            @BlogPoliticaAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário