domingo, 14 de abril de 2013

AME SUA CIDADE DE VERDADE


O que transmite verdade quando se fala em amor pela cidade?

O que significa o título dessa postagem?

Isso significa você vangloriar sua cidade como bonita sem ela de fato apresentar-se como tal, só para que os outros que a veem de fora acharem que nela tudo ocorre as mil maravilhas?

Significa você vendar seus olhos para o desastre administrativo da sua cidade?

Significa você maquiar imagens de pontos que (por enquanto) estão a salvo do vandalismo que contamina cada vez mais todos os cantos da cidade?

Significa você apoiar uma gestão investigada pela justiça por saquear o erário de forma tão violenta e sem pudor, ou como assim queira, sem nenhum “amor pela cidade”. Gestão essa sem se quer algum resquício de dignidade e credibilidade para com possíveis investidores. 

AMAR sua cidade não significa nada disso que citei acima, talvez seja na melhor das intenções divulgar e elevar as poucas belas coisas que nos restam para sentir orgulho da cidade, mas como todos nós sabemos - AMAR não é sempre dizer sim, não é sempre passar a mão na cabeça quando um erro for cometido, não é sempre ser do “tamo junto” independente de qualquer coisa.

AMAR sua cidade é cada um fazer a sua parte para vê-la crescer e não sucumbir em desastres, onde a cada eleição é uma ruína maior que a outra.

AMAR sua cidade não é apenas um/ou minoria beneficiar-se das melhorias, mas sim o coletivo... todos que compõe aquela comunidade.

AMAR é não ser hipócrita, egoísta... não é mentir!

AMAR na sua mais pura essência é cuidar, ajudar a desenvolver e desenvolver-se junto com ela (a cidade).

É muito fácil amar quando se recebe para isso. Isso, evidentemente não é amor, isso posso chamar até de  prostituição, mas não amor.

Por fim caro amigo, se você ama sua cidade como citei logo no começo desse texto, devo-lhe informar que isso não é amor, isso é masoquismo, ou ainda pior, é omissão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário