sábado, 16 de março de 2013

ADVERSÁRIO NÃO É INIMIGO


Lembro com saudade dos tempos em que íamos aos estádios de futebol, no meu pouco tempo (que não é tão longe) torcíamos, brincávamos, tirávamos sarro dos amigos rivais. Não passava disso, era um esporte, um lazer, diversão.

Hoje em dia um grande mal que atingiu os clubes de futebol foi a profissionalização de torcedores -"torcedores" estes que vivem disso e  para isso, transformando diversão em guerra, o hobby em meio de vida, o que na verdade faz com quê jovens perturbados trilhem esse caminho para alastrarem sua raiva, revolta e frustrações em forma de violência gratuita e de uma forma assustadora.

Ontem mais uma vítima desses pseudos-torcedores, um jovem, que saía da sede da Torcida Organizada Comando Vermelho (CRB) foi executado de forma fria e até então sem motivo aparente, um carro se aproximou e efetuou os disparos de arma de fogo. Para família e amigos uma perda inestimável, para a violência que assola nosso Estado mais uma estatística.

Lamentável que ainda tenhamos num País de "Copa do Mundo", bandidos que se disfarçam de torcedores e matam por motivos tão banais. O pior ainda é a grande mídia de Alagoas não divulgar o acontecido, provavelmente para não atingir a bilheteria para o Clássico entre CSA x CRB que acontecerá nesse domingo, porque lhe é mais interessante. Apenas o Site Emergência 190 publicou a matéria do acontecido e que se não fosse os vários comentários sobre o assunto nas redes sociais a notícia não chegaria a muitas pessoas.

Um desrespeito ao ser humano e é claro cada um com sua parcela de culpa, o governo, a polícia, a mídia...  e o próprio "SER HUMANO". Até quando, Brasil?

Enquanto isso cada vez mais famílias saem dos estádios e os bandidos e suas pseudos-torcidas dominam e tocam o terror! 

Lamentável, lamentável.


Nenhum comentário:

Postar um comentário