sábado, 16 de fevereiro de 2013

INSEGURANÇA NACIONAL



Quando falamos de crime organizado de fato devemos levar ao pé da letra, as facções e quadrilhas dentro e fora dos presídios dão um baile na segurança pública em todo o País.

Não é um problema de Alagoas ou qualquer outro Estado, é um problema do Brasil, não vem de hoje, nem de ontem, é algo que se arrasta há décadas e que só vem se agravando.  Um Estado de menor expressão nacional é evidente que sofre com maior intensidade com a problemática até por toda a sua dificuldade, o que não justifica de maneira alguma o desdém dos seus governantes em precaver essas situações.

Quando as facções querem exigir algo em seu beneficio não importa de onde venham as ordens será sistematizada e colocada em pratica em menor tempo possível, tudo bem elaborado para assim forçar uma ação desesperadora do Governo em seu beneficio.

A fragilidade da policia fica gritante para sociedade, que não sabe a quem recorrer ou para onde correr.
A polícia aflora toda sua incapacidade analítica, os bandidos fazem o que querem e deixam isso bem claro em suas ações, intimidam por onde passam e “tocam o terror” pela cidade.

Alagoas já sofreu com esses ataques, Rio de Janeiro e São Paulo também, agora nos deparamos com Santa Catarina, os Estados têm sempre que aclamar por ajuda Federal toda vez que as cidades são tomadas por essas guerras urbanas.  

Não sabem eles (ou não querem acreditar assim) que o Governo Federal só dá aquela ajuda para acabar com a anarquia instaurada, para abaixar a poeira e que tem que haver uma ação mais eficaz do Governo do Estado solucionando o problema, antecipando-se a ele.

Como podem achar normal um detento dentro do presídio dando ordens aos seus comparsas aqui fora?

Como ele consegue a comunicação?

É cada vez mais frequente a entrada de celulares na cela dos presos, alguém facilita, ou é incompetência mesmo?

De fato os ataques vem acontecendo, cada vez mais corriqueiramente, sempre da mesma forma, os mesmos trâmites e as mesmas consequências...

Talvez por isso nunca se encontre uma solução.

Um comentário:

  1. O fato é que a corrupção está nos próprios que se dizem ''ser do bem'' um país tão rico como nosso onde os dinheiros são colocados na cueca,as roubalheiras incansavéis,os mensalões,as trocas de véiculos novos para deputados,os salários absurdos para quem chega no poder e só faz roubar ainda mais...é inadmissível que não exista um sistema onde possa ser reforçada a nossa segurança.
    Vê se um deputado,governador,um prefeito é assaltado? raramente,enquanto nós homens e mulheres comuns não temos a certeza se amanhã estaremos vivos,ou com o mesmo carro,ou com nossas carteiras intactas? No nosso páis quem tem vez é quem tá no poder enquanto a cidadania é tapeada como se fosse aquele velhor termo: ''joga a poeira embaixo do tapete''
    Isso é Brasil!

    ResponderExcluir