segunda-feira, 7 de maio de 2012

O DESCASO DA ELETROBRAS EM RIO LARGO



Após as enchentes de 2010 as cidades atingidas vêm na medida do possível tentando se reerguer, com o apoio do Governo Estadual e Federal vão conseguindo recursos para a reconstrução de casas, escolas, pontes e pavimentação das cidades.
Lamentavelmente em Rio Largo o abandono toma conta de dois prédios da Eletrobras na cidade, situadas no mesmo endereço: Avenida Governador Muniz Falcão no Centro de Rio Largo.

O prédio é grande e após as enchentes foi abandonado pela Eletrobras há quase dois anos, hoje serve como ponto de consumo de drogas, práticas de assaltos aos moradores da região, sem falar que até de motel estão fazendo, incomodando quem mora e nada pode fazer para mudar a situação.

Apesar de saber que sozinho não conseguiria muito êxito nas suas reclamações um dos vizinhos dos prédios já abriu vários manifestos na ouvidoria da própria Eletrobras sem nunca obter algum retorno para a solução do problema, mas mesmo assim continua tentando para que melhor seja a vivência de seus entes o que é direito dele e dever do Estado de prestar esse esclarecimento à sociedade.

Manifesto na ouvidoria da Eletrobrás

Solidarizo-me com os moradores da região e deixo aqui as imagens para que todos vejam o total descaso da Eletrobras em Rio Largo, onde uma sociedade fica amarrada aos maus gestores que competem aquele órgão, onde o caos administrativo ultrapassa as constantes quedas de energia em todo Estado.



Indignação nas redes sociais

Prédio abandonado

Predio abandonado
Prédio abandonado

2 comentários:

  1. Sem querer tirar a responsabilidade da Eletrobras/AL, mas o problema exige um pouco mais que a atuação da nossa distribuidora de energia. Mesmo que a Eletrobras/AL faça a demolição ou a reforma dos prédios, os usuários de drogas, os assaltantes e os "sem motel"(que me parecem os mais inofensivos), procurarão outros locais para suas atividades.
    Esse é também um caso de polícia.

    ResponderExcluir
  2. Sim. Com certeza mesmo com a Eletrobras fazendo todas as modificações todos os problemas procurarão outros lugares, mas os prédios são um absurdo de grande e num local pouco movimentado, porém com muitas residências, o que aumenta a preocupação dos moradores.
    Obrigado pelo comentário amigo.

    ResponderExcluir