quinta-feira, 13 de outubro de 2011

ELES QUE MANDAM


Um tema que sempre gera muita polêmica quando trazido a tona, é com relação ao transporte público em Maceió. Os Critérios para o aumento das tarifas dos ônibus ainda ficam muito subliminares, trazendo revolta para os usuários do transporte que sabem que nada muda no atendimento e conforto dos mesmos.

Os empresários do setor de transporte coletivo alegam defasagem nos preços, querendo aumentar a tarifa de R$ 2,10 para R$ 2,49. O que eles não usam como critérios é a defasagem dos transportes, a escasses de veículos que não comportam a real necessidade da população.
Vemos uma câmara de Vereadores conivente com os desmandos dos empresários. Mas por que essa ausência dos vereadores em discutir essa pauta? Por que eles blindam-se diante do povo quando o assunto é exposto?


Um dos maiores financiadores de campanhas políticas são os empresários do setor, onde vemos a tão famosa politicagem, eles financiam a campanha esperando um retorno em longo prazo quando seus candidatos ganharem suas eleições. 

Como assíduo usuário dos transportes públicos, posso afirmar que cada dia que passa o serviço prestado só piora, só denigre ainda mais os usuários. Se não bastasse o preço absurdo cobrado, sofremos com as “latas velhas” que somos obrigados a andar, com o péssimo atendimento de motorista e cobradores (são grosserias mútuas e das mais diversas) e se acham os donos do mundo, não respeitam nada nem ninguém.   

Infelizmente ficamos de mãos atadas a mercê dos tratados dos poderosos, apenas beneficiando uns ao outros e deixando o bem comum de lado, substituindo as políticas públicas pela politicagem corriqueira na política do Brasil. 





















Nenhum comentário:

Postar um comentário