terça-feira, 5 de julho de 2011

Descaso do TRE-AL em Maceió



Estamos ainda há mais de um ano das eleições municipais, e já encontramos motivos que nos deixam cada vez mais sem vontade de exerce nosso direito cívico de votar. Se não bastasse os cidadãos que elegemos, que nos decepcionam a cada eleição que passa, o órgão responsável de emitir nosso titulo de eleitor mostra total despreparo e amadorismo em lidar com a população no recadastramento biométrico.

Com um calendário curtíssimo para recadastrar toda Maceió, distribuem diariamente apenas 400 fichas, sem nenhuma estrutura que comporte a população, deixa que a fila se alongue tanto no sol quanto na chuva, indignando ainda mais todos que precisam está faltando seu trabalho para poder enfrentar uma fila que ao menos nem sabem se serão de fato atendidos e terá seu recadastramento feito.

Sem aguentar mais a humilhação que a cada dia que se passava voltava a se repetir, a população se rebelou e interditou a Avenida Fernandes Lima no sentido Tabuleiro-Centro. Não apoio essa atitude tomada, mas sem isso qual seria a voz deles diante da verdadeira baderna que está se tornando esse recadastramento? Nessas horas não aparece nenhuma autoridade que possa tentar resolver e sanar as necessidades desse povo.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas (OAB/AL), Omar Coêlho de Mello, sugeriu ao Tribunal Regional Eleitoral em Alagoas (TRE/AL) a suspensão do recadastramento biométrico na capital, até que sejam melhoradas as condições de atendimento aos eleitores. A Prefeitura de Maceió cedeu temporariamente,ao TRE, 50 servidores para ajudar no processo de recadastramento. Mas não é apenas isso que falta, o espaço físico é muito inferior a quantidade de pessoas que vão por dia. Qual o problema de colocar esse recadastramento em um ginásio fechado, coberto e mais amplo?

Não estamos lidando com uma cidade do interior (Com uma população reduzida), mais sim com a capital do Estado, temos que modificar o padrão de atendimento, falta agilidade e sobra má vontade. O quê não podemos é penalizar uma população que não tem nada haver com o ocorrido que só está passando pela Fernandes Lima para ir para seus compromissos e sendo muito prejudicada.


Não perca seu Prazo de recadastramento:


Do dia 13 de junho a 12 de julho JANEIRO e FEVEREIRO
Do dia 13 de julho a 12 de agosto MARÇO e ABRIL
Do dia 15 de agosto a 12 de setembro MAIO e JUNHO
Do dia 13 de setembro a 12 de outubro JULHO e AGOSTO
Do dia 13 de outubro a 11 de novembro SETEMBRO e OUTUBRO
Do dia 14 de novembro a 16 de dezembro NOVEMBRO e DEZEMBRO

2 comentários:

  1. Isso é um absurdo!!!!
    Já estou doente só em pensar que falta pouco p o meu dia de recadastramento, muita desorganização e desrespeito.
    Suspender é uma opção, mas nesses passos lentos, vai acabar ficando assim.
    Deveriam remanejar esses recadastramentos para outros locais que atendam as necessidades da população e também com condições para os próprios funcionários. Não houve planejamento algum, tudo deixam para o último momento.
    Concordo com as manifestações, mas infelizmente isso afeta pessoas que tem seus compromissos, no entanto se não for desse jeito ninguém dará o devido valor e prestará atenção.
    Já estou esperando mais um capítulo dessa novela e espero que que não deixem como estar.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo comentário Amanda. Muito pertinente.

    Grato!

    ResponderExcluir