quinta-feira, 31 de março de 2011

Brasil Um País de Todos



Em tempos em que é inadmissível qualquer tipo de discriminação racial ou social vemos quase que frequentemente atitudes que parecem nos levar para séculos passados. Principalmente no Brasil, um país que tem sua origem na mistura das raças não se pode de maneira alguma aceitar qualquer tipo de discriminação.

O pior disso tudo foi ver uma infeliz entrevista de um Deputado Federal do Rio de Janeiro para o  programa CQC que repercute até agora nas mídias sociais. Seu nome é Jair Bolsonaro (PP) que não esconde de ninguém suas atitudes racistas, preconceituosas e muito, mais muito ultrapassadas, que não pode ser aceita por nenhuma pessoa, principalmente vindo dele um "Representante do povo".

Jair Bolsonaro fala na maior tranquilidade que se seu filho não corria risco de ser gay pois ele era uma pai presente, tratando a homosexualidade como doença ou um descuido dos pais e também refere-se ao um relacionamento com uma pessoa negra como promiscuidade e como fosse normal e aceitável essa sua posição diante desses assuntos (Tenho pena de sua esposa e filho). Fora isso ainda diz ser a favor da ditadura, que nessa época obtinha-se respeito, ordem etc...etc... (Louco).

Gostaria muito de saber como esse cidadão conseguiu galgar seu cargo de Deputado, quais teriam sido suas propostas e o que levou a população do Rio de Janeiro a elege-lo como tal. E olhe que o que mais falam no eixo Rio - São Paulo, é como nós alagoanos pudemos eleger Fernando Collor depois de tudo que ele fez para o Brasil e sempre dizem que vão mandar um caminhão de capim para cá. Eu posso da uma resposta bem simples, não querendo defender o Collor pelo que ele fez, mas eleger Tiririca em São Paulo e esse Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro não foi das mais inteligentes atitudes que eu já vi.

Mas esse não é o caso, alguém pode lembrar ao Deputado Bolsonaro que o salário que ele recebe é pago por brancos, negros, homens, mulheres, gays, ou seja, qualquer pessoa independente de raça, credo, cor ou opção sexual, e disso ele não reclama não é mesmo?

Existe uma campanha na internet que diz o seguinte: "Proteja o Brasil do Bolsonaro" eles estão capturando assinaturas para a criação da lei anti-homofobia que irá ampliar a proteção contra a violência e discriminação a todos os brasileiros, então assinem a petição http://www.avaaz.org/po/homofobia_nao/?twi 

E Vamos proteger o Brasil desse insano Deputado e de muitos outros "Bolsonaro's" que existem por ai.


E se você ainda não viu o vídeo, está ai.






2 comentários:

  1. E eu perdi de ver isso? kkkkkkk Uma coisa tão séria, mas é inacreditável, lamentável...
    Pior devem estar as pessoas que elegeram esse louco! E assim nosso Brasil vai vai caminhando ou melhor rastejando.

    ResponderExcluir
  2. Realmente é repugnante ver um vídeo deste.

    È inadimissível que um representante do povo fale ou até mesmo pense desta forma.

    Não resta dúvidas que o referido Deputado cometeu crime de racismo e preconceito.

    Não tenham dúvidas, no eixo RIO-SP se encontram a parcela da população mais preconceituosa, este deputado só é uma prova viva disto.

    O incrível é que esta parcela da população ainda acha que é mais avançada que os "Baianos" como chamam os nordetinos.

    ResponderExcluir