quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

CEI do Lixo?? Sei!


"Eu não tinha nem a pretensão de conseguir as assinaturas que consegui”. 

Foi o que disse o Vereador Ricardo Baborsa sobre a "CEI do Lixo"

A Comissão Especial de Investigação “(CEI) do Lixo” se apresentou muito mais como uma "novela" (Cômica) do que como uma forma para investigar as denúncias de que a Prefeitura de Maceió teria realizado contratos irregulares com empresas coletoras de lixo. O caso virou alvo ação por improbidade administrativa impetrada pelo Ministério Público Estadual.

Um dos grandes articuladores na Câmara dos Vereadores de Maceió foi o vereador Ricardo Barbosa (PSOL) que se fosse instaurada tal comissão. Pensando ele que nenhum vereador iria apoiar, começou a subir na bancada exigindo a investigação, por várias vezes.

Foram favoráveis à investigação os vereadores Paulo Corintho (PDT), Heloisa Helena (PSOL), Marcelo Malta (PCdoB), Luiz Pedro (PMN), além de Ricardo Barbosa, autor do requerimento. Ele precisaria de mais duas assinaturas para que a CEI fosse instaurada automaticamente.

Segundo Ricardo Barbosa, o requerimento foi colocado em votação na sessão do dia 22/02/2011 depois de avaliar que não conseguiria angariar as sete assinaturas necessárias para a instalação da CEI sem precisar do aval do plenário da Casa. No mesmo dia o vereador Berg Holanda (PR) confirmou que assinaria o requerimento, mas denunciou que o documento não havia sido encontrado. Na hora da votação, assim como Berg, as vereadores Tereza Nelma (PSB) e Silvânia Barbosa (PTdoB) não se encontravam mais no plenário. Ou seja ele saiu “driblando” seus companheiros e colocou a CEI para votação, sabendo ele que assim não conseguiria aplicar a investigação.

Já Ricardo Barbosa, disse que os vereadores que votaram favoráveis à criação da Comissão “cumpriram seu papel”, não duvido disso. Só que ele se esqueceu que tinham mais dois querendo cumprir o mesmo papel e derrepente ele decidi colocar em votação.

Para mim RB está mais querendo fazer “média” para seu eleitorado (que não são muitos) mostrando um certo serviço, em outras palavras, prestando contas, pois ano que vem com certeza ele vai querer se reeleger. Em entrevista ao jornal Tribunal  Independente, ele afirmou  sobre o seu pedido de criação da Comissão: “Eu não tinha nem a pretensão de conseguir as assinaturas que consegui”.  E assim deixando bem claro a má fé do vereador. No twitter o PSOL deixou claro que vai investigar a mudança repentina do vereador.

Um comentário:

  1. Novidade! políticos fazendo média...
    Muito me admira os assinaram!!!
    É dever todos votarem a favor, pois é o nosso dinheiro que está envolvido, mas como a maioria tem rabo preso, aí já viu!
    Não a mais nada a ser investigado, tudo foi comprovado e todos sabem das licitações fraudulentas " a famosa máfia do lixo", descoberta na gestão de CA. O que mais precisam??
    Na realidade isso são meras formalidades para dar brechas ao ilustríssimo prefeito, para que o mesmo termine seu mandato e as pessoas esqueçam.
    Ah! algum vereador saiu com mais papeis do que deveria ou isso foi mais uma jogada para sairem por cima.

    ResponderExcluir