sábado, 15 de janeiro de 2011

RIO LARGO TERRA SEM SORTE


Rio Largo um município que fica a 28 Km de Maceió, tem sua história muito contrastada com o crescimento repentino com implantações de grandes empreendimentos como a constituição de centro industrial, principalmente da Companhia Alagoana de Fiação e Tecidos, CAFT, que teve como incorporadores o Comendador José Antônio Teixeira Basto, o Dr. Propício Pedroso e José Antônio de Almeida Guimarães, fez com que Rio Largo atingisse seu apogeu.  Uma cidade com avanços extraordinários em saúde, educação, lazer e previdência, farmácias, hospital, postos de saúde, creches e distribuição de material escolar gratuitos. Conjuntos musicais, bandas de música, cassino, piscina, cine-teatro, tipografia, jornal, restaurante e uma autêntica vila operária.   

A menção do desenvolvimento social de Rio Largo, para quem não conhece sua história, é uma verdadeira surpresa, já que a cidade hoje é considerada uma cidade dormitório, sem o esplendor dos dias passados, pálida sombra do que foi em épocas distantes. Uma das figuras responsáveis pelo florescimento da cidade naqueles tempos idos foi o Comendador Gustavo Paiva, um industrial com a visão a frente do seu tempo. 

Não é de hoje que Rio Largo vem sofrendo com o abandono generalizado da política local, tanto do legislativo quanto do executivo. Único hospital da cidade é do Estado (péssimo por sinal), por que o hospital que era da fábrica foi fechado. Grandes prédios que pertenciam a CAFT (Companhia Alagoana de Fiação e Tecidos) são grandes "elefantes brancos" no meio da cidade. Nem há um tombamento / conservação do patrimônio histórico e nem a demolição.  Assim aumenta mais a fama de cidade fantasma.

De 20 anos para cá seus prefeitos pouco fizeram pela cidade a não ser levar seu nome as páginas policiais, por má administração do Município. Rafael Torres, Drª Maria Eliza (2 Mandatos), Vânia Paiva (2 mandatos) e Toninho Lins (Atual Prefeito), pouco fizeram ou vem fazendo para o desenvolvimento do município. São ruas sem nenhum saneamento, obras inacabadas, sem contar com o desastre ambiental de 2010 que atingiu em cheio a cidade e pouco vem sendo reerguida.


E seus vereadores? Tem vereador lá que nem conheço, nem vi fazer camapanha e etc. Mais está eleito. Você acha que se ele não fez campanha, nem apareceu na cidade, vai trabalhar pra fazer algo por ela?

Rio Largo é uma cidade que não vem tendo sorte com a classe política como um todo a muito tempo.
Acha que estou equivocado? Da uma passada por lá hoje e veja você mesmo a situação que se encontra a cidade.

2 comentários:

  1. Conversando com o supervisor do aeroporto Zumbi dos Palmares, ele lembrou de sua infância em Rio Largo. Mudou-se para Maceió, e 30 anos depois, ao ingressar na Infraero, retornou à Rio Largo e chocou-se com a inércia, pior, com o regresso da cidade que ele acreditava ter crescido. E ele tem razão, pois uma região metropolitana desse jeito só pode ser falta de sorte... na verdade, falta de sorte de não ter CIDADÃOS! Se pelo menos a metade destes não fosse envolvido pela ganância da qualidade de vida através de bens e valores ilícitos, Rio Largo NÃO seria assim! O câncer no cérebro de nossa cidade está em cada um que aceita valores materiais em troca de valores pessoais. Quanto custa a sua dignidade? Se é que vc não já vendeu nas eleições passadas. Fica a dica: se vc não tem inveja, nem cobiça, tem apenas desprezo ao ver aquele pé rapado de ontem, corrupto de hoje se locomovendo de carro zero e fazendo suas farras semanais, parabéns! Vc é cidadão digno dos direitos civis e políticos do seu estado, ainda que a prática seja uma poluição moral.

    ResponderExcluir